Antes de içar a lâmina, o algoz suplica ao condenado: "Você me perdoa?"

I want you for U.S. Army

sábado, 2 de março de 2013

Os sentidos e os ressentimentos da utopia

"O poder saberia o que fazer
se Franz Kafka se tornasse presidente?
Quem iria narrá-lo, então?" - pergunta a utopia.
"A segunda-feira" - sentencia a distopia.


Meus amigos,


Minha amiga Ana Rüsche e este estoriador do Subsolo das Memórias gostaríamos de convidar a todos para o curso que passaremos a ministrar a partir da próxima quarta-feira, 06 de março:

 

Os sentidos e os ressentimentos da utopia

 

Gratuito, o curso será realizado no Centro Ángel Rama, http://fflch.usp.br/angelrama, centro cultural vinculado à Faculdade de Letras da USP e dirigido pela Profa. Dra. Maria Sílvia Betti, docente do Departamento de Letras Modernas.


Datas e horário: quartas-feiras – dias 06, 13, 20 e 27 de março e 03, 10, 17 e 24 de abril –, das 17h30 às 19h30.


Local: sala 270 do prédio da Faculdade de Letras da USP.


O programa completo do curso pode ser encontrado a partir do seguinte link: http://fflch.usp.br/node/160


Eis aqui a sinopse do curso em questão:


Os estertores da modernidade – da pós-modernidade, para alguns – transformaram os sentidos da utopia no ressentimento próprio à distopia. A partir de fragmentos de Dostoiévski, Kafka, Brecht, Orwell, Le Guin e Atwood, entre outros, analisaremos as formas pelas quais tais escritores procuraram ressignificar o(s) sentido(s) de suas épocas em termos de novas categorias poéticas. O diálogo entre os autores dará vazão aos exercícios de escrita criativa para que alunos e professores tentemos imaginar e (re)criar os sentidos e os ressentimentos do projeto máximo da modernidade: Neverland, o lugar nenhum da utopia.


O curso será constituído por duas frentes: uma frente crítica, em que serão debatidos textos de diferentes tradições literárias que perpassam o tema, e uma frente criativa, em que se concederá espaço aos participantes para produzirem contos, poemas e outros textos que dialoguem com os assuntos tratados.


Por fim, os professores do curso nos apresentamos mais detidamente a vocês:


Ana Rüsche (anarusche@gmail.com): Ana é Doutoranda na área de Estudos Literários e Linguísticos em Inglês pela FFLCH-USP, tendo o bacharelado em Letras, com habilitação em Língua Inglesa. Mestre em Direito Internacional (FD-USP) e bacharel em Direito pela mesma instituição. Escritora, estreou com o livro de poesia Rasgada (Quinze & Trinta. São Paulo: 2005), que recebeu tradução ao espanhol (Ed. Limón Partido. Cidade do México: 2008, tradução de Alberto Trejo, rev. Alan Mills). Publicou Sarabanda (poesia, Selo Demônio Negro. São Paulo: 2007) e Nós que adoramos um documentário (poesia, Ed. Ouriversaria da Palavra. São Paulo: 2010, apoio ProAC - Secretaria de Estado da Cultura). Em prosa, publicou o romance Acordados (Ed. Amauta. Brasil: 2007). Possui participações em antologias e revistas literárias nos idiomas catalão, espanhol, inglês e português.

 
Flávio Ricardo Vassoler (within_emdevir@yahoo.com.br): Flávio Ricardo é Mestre e doutorando em Teoria Literária e Literatura Comparada e bacharel em Ciências Sociais pela FFLCH-USP. Entre 2008 e 2009 viveu em Moscou para estudar a língua de Fiódor Dostoiévski junto à RUDN, Universidade Russa da Amizade dos Povos. Escritor, seu primeiro livro, O Evangelho segundo Talião (Editora nVersos), será publicado em abril. Ministra cursos e palestras sobre literatura e cinema em instituições como a Casa das Rosas, o Museu Brasileiro da Escultura e a Casa do Saber. Em fevereiro, tornou-se colunista de Arte e Cultura do portal Carta Maior, www.cartamaior.com.br, para o qual escreve ensaios semanalmente. Desde agosto de 2009 atualiza periodicamente o Subsolo das Memórias, www.subsolodasmemorias.blogspot.com, página em que posta fragmentos de seus trabalhos literários e fotonarrativas de suas viagens pelo mundo.


Contamos com a presença de todos!


Um abraço,


Ana Rüsche e Flávio Ricardo Vassoler


P.S.: Em uma das aulas do nosso curso, discutiremos a “Pequena Fábula”, de Franz Kafka. Sobre a breve síntese da modernidade escrita por Kafka no princípio do século XX, escrevi o ensaio “Franz Kafka e a Segunda-Feira” para o portal Carta Maior. Aqui está o link do ensaio para vocês percorrerem junto conosco as galerias subterrâneas da fábula kafkiana: http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=21668

Um comentário:

  1. Carlos Felipe Moisésquarta-feira, 06 março, 2013

    Flávio e Ana:
    sucesso para o curso (apetitoso). Parabéns!
    Abraços,
    Carlos

    ResponderExcluir